Você conhece o armazenamento na nuvem?

Suas músicas, fotos, trabalhos e outros arquivos podem ficar salvos em uma plataforma.

Continue acompanhando esse artigo rápido para entender como funciona o Google Drive.

O que é o Google Drive?

O Google Drive é um novo serviço de disco virtual lançado pela Google recentemente, como resultado ele gera aos seus usuários 5 GB de espaço livre para armazenamento de arquivos.

O serviço permite que os arquivos sejam armazenados na nuvem do Google e possui aplicativos para sincronização do Windows, Mac e Android.

Os dispositivos iPad e iPhone devem receber aplicativos exclusivos em breve.

Um recurso de destaque nesse novo tipo de serviço é a pesquisa de arquivos, que usa palavras-chave e filtros (como tipo de arquivo e usuário criador) para pesquisar todo o conteúdo dos arquivos.

O serviço também promete identificar objetos em imagens e textos digitalizados e fornecer dados sobre esses documentos.

Além da poderosa função de pesquisa, o Google Drive também possui uma ferramenta de visualização de arquivos que pode exibir mais de 30 tipos de arquivos no navegador do usuário.

E dentro desse grupo de arquivos, os modelos variam desde vídeo em alta definição até arquivos do Photoshop para documentos de texto, planilhas e apresentações.

O serviço Google Drive integra controle de versão de arquivos armazenados.

Todas as alterações feitas no arquivo são automaticamente gravadas e salvas por 30 dias.

E se o usuário desejar, ele pode escolher uma versão salva permanentemente. Portanto, os usuários podem controlar o que é feito em seus arquivos, saber o que foi alterado.

Planos pagos

Para esclarecer, embora a plataforma ofereça 5 GB gratuitos para seus usuários, o Google Drive foi lançado com opções de contas pagas.

Por exemplo, existem planos que variam de 25 GB por US$ 2,49 por mês, a pacotes gigantes como os 16 TB por US$ 799,99 por mês.

Portanto, a contratação de qualquer um dos planos do Google Drive aumentará o tamanho da conta do Gmail do usuário para 25 GB automaticamente.

Alguns desses serviços só estão disponíveis, ainda, para as empresas que possuem conta no Google Apps for Business.

Ou seja, o serviço de armazenamento extra ainda não está disponível para todos os usuários, mas o Google está registrando usuários que desejam ser notificados no momento do lançamento.

Além disso, acredito que na data em que você estiver lendo esse artigo o serviço já esteja disponível no mercado digital.

Conte o que achou desse texto e como você utilizaria o espaço de armazenamento maior? Arquivos pessoais ou arquivos relacionados ao trabalho e investimentos?