Agronegócio

08/06/2015 08:49

Integração Lavoura-Pecuária-Floresta chega a 700 mil hectares em Mato Grosso

gadoDe acordo com o pesquisador, recursos do Programa de Agricultura de Baixo Carbono (ABC) e do Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste (FCO) favoreceram o crescimento, mas ainda não são suficientes. ?" A iLPF ganhou muito mais visibilidade, atraindo a mídia e o apoio de grandes instituições ?", avalia Wruck. Os benefícios do sistema são muitos, segundo a Embrapa. Entre eles está a melhoria dos atributos do solo devido ao aumento da matéria orgânica e a redução da pressão para abertura de novas áreas. No entanto, há vários desafios em convencer produtores pelo uso dos sistemas e um dos principais entraves ainda é a falta de crédito rural. ?" O Programa ABC resolve parte desse desafio, mas ele ainda é difícil de obter por ser uma linha muito burocrática. Segundo Wruck, com essas dificuldades, muitos produtores acabam atraídos pelo FCO, fundo que financia agricultura com custos semelhantes e mais facilidades na obtenção. Mato Grosso é considerado uma das principais fronteiras agrícolas do país e sofre com a crescente pressão ambiental. Nos últimos anos, muitos produtores migraram da pecuária para a agricultura na região. Segundo a Embrapa, o governo federal assumiu compromissos em relação ao aumento da área de sistemas iLPF no país em 4 milhões de hectares até 2020. Quebra de paradigma Para o pesquisador da Embrapa, é necessário tirar os produtores de sua zona de conforto e, para isso, o maior desafio será uma quebra de paradigma. ?" Não é fácil convencer um pecuarista tradicional a investir tanto dinheiro em um novo sistema que envolva lavoura. Assim como não é fácil convencer o agricultor a utilizar pecuária em sua propriedade, quanto mais a plantar árvores. O uso de sistemas integrados exige que o produtor esteja preparado para produzir durante o ano inteiro. De acordo com Wruck, falta também assistência técnica especializada em iLPF. ?" Não é qualquer consultor que pode elaborar um projeto de sistemas integrados. Somado a isso, há também um problema comercial ligado à iLPF pela falta de produtos específicos para essa tecnologia, como material para forrageira. ?São entraves que estão sendo vencidos aos poucos, tudo é um processo ?" completa Wruck. Projeto Urte Wruck está à frente do Projeto Unidade de Referência Tecnológica e Econômica (Urte), uma parceria da Embrapa com o Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), em Sinop. A pesquisa tem como objeto estudo propriedades com sistemas integrados de produção, situadas em Mato Grosso. ?" Temos 11 unidades no estado, onde validamos os sistemas integrados e realizamos a transferência de tecnologia. Acompanhamos essas fazendas e as usamos como vitrines tecnológicas para dias de campo.  O projeto propõe uma avaliação econômica das unidades, mas ainda está no início. A previsão é de que esteja pronto no final de 2016.  

Aplicativo divulgacao

Rádio Progresso AM 640

Av. Ludovico Da Riva Netto, 3274
Alta Floresta/MT - CEP 78580-000
Fone (66) 3521-3501 ou 3521-8188

comercial@radioprogresso640.com.br

jornalismo@radioprogresso640.com.br

Redes Sociais

Alta Floresta
Carregando...

? ºC

/

Proibida a reprodução de conteúdo sem citação da fonte.

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo