Alta Floresta (MT), 20 de setembro de 2018 - 19:01

Agronegócio

05/04/2018 07:26 NovaEdição

Derrubado o veto que estabelecia a cobrança do Funrural sobre sementes e mudas

Mais uma conquista para a Associação Brasileira dos Produtores de Sementes de Soja (Abrass). Na última terça-feira (3) em uma sessão histórica no Congresso Nacional, senadores e deputados federais votaram contra o veto do presidente da República, Michel Temer, referente a alguns pontos do Projeto de Lei (PLC 165/2017) que criou o Programa de Regularização Tributária Rural.
O chamado Fundo de Assistência ao Trabalhador Rural, que permite a renegociação das dívidas de produtores rurais (Lei 13.606/2018). Com o apoio da Abrass e o trabalho firme da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA), foi derrubado o veto sobre o dispositivo que isenta sementes e mudas da cobrança do Funrural.
 
Desde o início de janeiro, após a publicação da Lei 13.606/2018, com vários vetos presidenciais, a Abrass vem promovendo ações em prol da derrubada dos vetos do Funrural, em especial o que beneficia o setor de produção de sementes de soja. “Atendendo ao pedido da Abrass, foi acrescentado ao texto do PL, que resultou na Lei 13.606/2018, o dispositivo que isentava da cobrança do Funrural a produção destinada ao plantio ou reflorestamento, ou seja, retira as sementes e mudas dos produtos agrícolas tributados pelo Funrural”, explica o Secretário Executivo da Abrass, Leonardo Machado.
 
Contudo, o presidente, Michel Temer, vetou este dispositivo. Dessa forma, a Abrass e a FPA voltaram a trabalhar de maneira incessante, junto aos deputados e senadores, para que o veto sobre a isenção da cobrança do Funrural sobre as sementes fosse apreciado e derrubado. Tantos esforços e trabalho duro foram recompensados nesta terça-feira (3), com 360 votos da Câmara dos Deputados e 50 votos do Senado contrários à manutenção do Veto 8/2018.  “Diante da derrubada do veto presidencial, o setor de sementes e mudas passará a não ser tributado pela contribuição previdenciária do produtor rural, sendo está uma grande conquista para todos do agronegócio, em especial os produtores de sementes de soja”, declara o presidente da AssociaçãoBrasileira dos Produtores de Sementes de Soja, Marco Alexandre.
 
Ainda de acordo com o presidente da Abrass, “esta é uma importante conquista do setor e da Associação, onde como fruto de um trabalho da entidade economizou-se, somente no setor de sementes de soja, mais de R$ 65 milhões, recursos estes que antes da derrubada do veto seriam encaminhados aos cofres públicos e agora voltam a ser destinados ao produtor de sementes de soja”, salienta Marco.
 
Sendo assim, os dispositivos vetados pelo presidente seguirão para promulgação em até 48 horas ou e passarão a integrar essa lei.


Aplicativo divulgacao

Progresso FM 102,1

Av. Ludovico Da Riva Netto, 3274
Alta Floresta/MT - CEP 78580-000
Fone (66) 3521-3501 ou 3521-8188

 

 

Redes Sociais

Alta Floresta
Carregando...

? ºC

/

Proibida a reprodução de conteúdo sem citação da fonte.

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo