Alta Floresta (MT), 24 de abril de 2018 - 17:39

Destaques

09/01/2018 10:12 Marcos José / Abraão Lincoln

Alta Floresta: Centro de Tratamento de Hanseníase recebe novos equipamentos

Janeiro Roxo é o tema da campanha nacional de 2018, escolhido pela Sociedade Brasileira de Hansenologia (SBH) na luta contra a Hanseníase.

Alta Floresta também aderiu à campanha e entrevista a reportagem da Rádio Progresso AM 640, Dr. André de Brito, fisioterapeuta e Coordenador do Centro de Tratamento de Hanseníase, falou da chegada de novos equipamentos para auxiliar neste tratamento.

André disse que o mês iniciou com boas novidades com a aquisição destes novos equipamentos terapêuticos adquiridos através de um projeto feito pelo Centro de Hanseníase e encaminhado para a justiça do trabalho que fez a compra.

São trinta e um mil reais em equipamentos que estará auxiliando o atendimento, tratamento e aliviado as dores bem como as sequelas dos pacientes.

Para Dr. André, o Centro de Hanseníase de Alta Floresta é considerado um dos melhores de  Mato Grosso e também em nível nacional, já que é composto por uma equipe multidisciplinar, além de  ter a parte de reabilitação no próprio centro, diferente de outros que a reabilitação fica em outro prédio, trazendo transtornos e dificuldades para os pacientes.

Atualmente o Centro de Hanseníase de Alta Floresta trata em torno de vinte pacientes diariamente, vale a pena ressaltar que somente no ano de 2017 foram 116 pacientes, número este assutador sendo considerado uma hiperidemia.

Dr. André alertou, que caso alguém sinta dores, câimbras, fraqueza nas mãos ou tenha manchas, devem procurar o Centro de Hanseníase ou o PSF mais próprio de sua residência para ser avaliado, pois quanto mais cedo for detectado o diagnóstico precoce, melhor será o tratamento.

A hanseníase é uma bactéria que é transmitida pelo ar (respiração do ar pelo nariz e boca) através do ser humano é inicia com dores nos cotovelos, joelhos, pés, dormência e perda da sensibilidade, manchas e podem aparecer caroços pelo corpo.

Sequelas

A pessoa que contrai a hanseníase pode ter as seguintes sequelas caso não tratem a tempo; mão caída, inflamação do nervo, dedo em garra, pé caído, lesões nos olhos podendo levar a cegueira e nariz.

Tratamento

O período do tratamento varia de paciente para paciente e depende de sua classificação, podendo ser Paucibacilar, período de (6 meses) ou Multibacilar, período ( 1 ano), e em casos mais graves pode durar até 24 meses.


Aplicativo divulgacao

Rádio Progresso AM 640

Av. Ludovico Da Riva Netto, 3274
Alta Floresta/MT - CEP 78580-000
Fone (66) 3521-3501 ou 3521-8188

comercial@radioprogresso640.com.br

jornalismo@radioprogresso640.com.br

Redes Sociais

Alta Floresta
Carregando...

? ºC

/

Proibida a reprodução de conteúdo sem citação da fonte.

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo