Destaques

06/08/2018 15:55 Marcos José / Abraão Lincoln

Carlinda: égua que sofria maus tratos fica sob responsabilidade de veterinário

Em entrevista a nossa reportagem, Sargento Luiz Fábio do Corpo de Bombeiros, falou a respeito do destino da égua que estaria sofrendo maus tratos por parte do proprietário.

Segundo o Sargento, as informações são de que dois dias após o ocorrido o idoso teria voltado a fazer uso do animal para o recolhimento de papelão sem ao menos esperar o prazo de 30 dias até que o animal se recuperasse.

Sendo assim, pelo historio do idoso de maus tratos a animais, a princípio foi necessário que um veterinário daquele município ficasse de fiel depositário, até porque é necessário um cuidado especial para que o animal se recupere.

Quanto ao idoso, a informação é de que foi lavrado um boletim de ocorrência tanto na polícia civil como na militar e um termo circunstanciado de ocorrência será enviado ao juiz criminal onde ele responderá por seus atos.

Relembre o caso em 30/07;2018

A Polícia Militar do município de Carlinda (37 km de Alta Floresta) juntamente com o Sargento Luiz Fábio do Corpo de Bombeiros e um fiscal do Instituto de Defesa Agropecuária de Mato Grosso (INDEA), foram acionados para atender uma ocorrência de maus tratos a animal.

As fotos por si próprias diz o tamanho da crueldade a uma égua de propriedade de um idoso de 74 anos que utilizava o animal para coleta de lixo (papelão).

A égua recebeu atendimento de um veterinário que fez o tratamento e coleta de sangue para averiguar o estado de saúde do animal.

O idoso foi notificado pelo órgão responsável (INDEA) e o boletim de ocorrência foi confeccionado naquele município.

 


Aplicativo divulgacao
Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo