Economia

Fim de ano 17/12/2015 08:23 Só Notícias

Carne fica até 18% mais cara para o Natal e final do ano em Mato Grosso

O churrasco do Natal e do final do ano vai ficar mais caro para os mato-grossenses. O preço médio do quilo da carne bovina no varejo teve aumento de até 21,19% entre novembro e este mês, como do contrafilé, que passou de R$ 22,83 para R$ 27,77.

O levantamento é do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea). O coxão mole passou de R$ 19,92 para R$ 23,56  (+18,24%), o patinho de R$ 18,66 para R$ 21,62 (+15,82%), o coxão duro de R$ 17,86 para R$ 20,45 (+14,52%) e a maminha de R$ 22,80 para R$ 26,03 (+14,19%). Só Notícias apurou que o aumento do preço médio também se estendeu a outros cortes.

O quilo do músculo passou de R$ 13,17 para R$ 14,68 (+11,46%), acém saltou de R$ 12,65 para R$14,02 (+10,81%), filé mignon de R$ 32,57 para R$ 36 (+10,55%), costela de R$ 10,48 para R$ 11,55 (+10,18%), paleta de R$ 14,73 para R$ 16,21 (+10,08%) e do picanha de R$ 34,26 para R$ 37,46 (+9,33%). Alcatra, lagarto, cupim e capa de filé tiveram incremento entre 6% e 4%.

O Imea apontou que em relação à produção de carne o aumento, este ano, pode ser de 46,1% em relação a 2014, chegando a 1,9 milhão de toneladas de carcaça em 2025. Já o rebanho abatido pode chegar a 7,4 milhões de cabeças, sendo um aumento de 33,9% no mesmo período. “Claramente, o peso médio de abate dos animais no futuro tende a aumentar”, constatou. Os preços no varejo variam de acordo com as demandas internas e externas.


Aplicativo divulgacao

Rádio Progresso AM 640

Av. Ludovico Da Riva Netto, 3274
Alta Floresta/MT - CEP 78580-000
Fone (66) 3521-3501 ou 3521-8188

comercial@radioprogresso640.com.br

jornalismo@radioprogresso640.com.br

Redes Sociais

Alta Floresta
Carregando...

? ºC

/

Proibida a reprodução de conteúdo sem citação da fonte.

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo