Economia

29/12/2015 07:06 G1 MT

Mais da metade dos cuiabanos está endividada neste mês, diz pesquisa

Uma pesquisa da Federação do Comércio de Mato Grosso (Fecomércio) aponta que 66% das famílias cuiabanas estão endividadas em dezembro e 12% delas avaliam que não terão condições de pagar as dívidas. Parte do descontrole se deve às compras de final de ano.

Nesse período de festas, o comércio não para. Nas vitrines, promoções, parcelamentos. Tudo para atrair os clientes. Segundo o comerciante Paulo Salém, as pessoas não têm dinheiro, usam cartão, cheques, mas não deixam de comprar para presentear as pessoas queridas.

A professora Dilma Porangaba Castilho optou por parcelar parte das compras. "Paguei parte à vista e outra parcelei", afirmou.

O descontrole em dezembro prejudica as finanças no início do ano. "Em janeiro tem contas, como material escolar, impostos", disse a economista Gabriela Calvac.

A dívida mais comum em Cuiabá é a do cartão de crédito, que representa 58%, seguida das parcelas dos carnês, 38%. Já 40% dos envididados estão com as contas atrasadas. O ideal é que o parcelamento nunca ultrapasse os 40% do orçamento. O 13º salário pode ser uma opção para quitas as dívidas ou fazer uma reserva para o próximo ano.

"O décimo terceiro é para os gastos de final de ano, mas seria bom se pudesse guardá-lo", disse Gabriela. O ideal não é começar o ano endividado. "A crise não molda só a economia, mas também as pessoas, por isso é preciso se planejar", afirmou.

"Comprei presente para a família, mas paguei à vista por medo da crise", afirmou a administradora Edivânia Castro de Moraes.


Aplicativo divulgacao

Rádio Progresso AM 640

Av. Ludovico Da Riva Netto, 3274
Alta Floresta/MT - CEP 78580-000
Fone (66) 3521-3501 ou 3521-8188

comercial@radioprogresso640.com.br

jornalismo@radioprogresso640.com.br

Redes Sociais

Alta Floresta
Carregando...

? ºC

/

Proibida a reprodução de conteúdo sem citação da fonte.

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo