Alta Floresta (MT), 20 de janeiro de 2018 - 16:40

Esportes

02/01/2018 09:11 Globo Esporte

Seleção Brasileira cumpre objetivos em 2017 e anima para a Copa

Objetivo alcançado, bom futebol e esperança de um 2018 marcante. Esses foram os legados que a Seleção Brasileira deixou ao longo de toda a temporada que chega ao seu fim em dezembro. O técnico Tite tornou ainda mais sólido um trabalho que começou a ganhar corpo em 2016, quando ele substituiu Dunga em meio a uma crise no time canarinho.

A Seleção Brasileira se classificou sem maiores sustos para a Copa do Mundo com quatro rodadas de antecipação, o que permitiu a Tite começar as observações para o Mundial do próximo ano, na Rússia.

“A Copa do Mundo para nós começou logo depois que a classificação foi conquistada. Isso porque o tempo é muito curto até o torneio e temos que aproveitar as oportunidades de colocar o time em campo”, disse Tite.

Apesar de a classificação ser o mais importante, um dos legados do bom trabalho de Tite é que hoje a torcida conhece a base do time de cor: Alisson; Daniel Alves, Miranda, Marquinhos e Marcelo; Casemiro, Paulinho, Philippe Coutinho, Renato Augusto e Neymar; Gabriel Jesus.

Eliminatórias sem sustos
A Seleção Brasileira iniciou o seu ano nas Eliminatórias pelo Uruguai e não deu grandes oportunidades para a Celeste, que esperava ganhar em Montevidéu. Clássico equilibrado? Que nada. Uma goleada por 4 a 1 com um show do volante Paulinho.

“O Tite é um treinador fora de série, com grande capacidade de tirar o máximo de cada jogador. Isso tudo sempre de maneira transparente, mostrando ao grupo que vai prevalecer sempre a competência dentro das quatro linhas e o grau de dedicação nos treinos. Isso pesou para que a gente tivesse uma grande temporada”, comentou Paulinho, que trabalhou com Tite no Corinthians no grande ano de 2012, quando o Timão conquistou os títulos da Copa Libertadores da América e do Mundial de Clubes da Fifa. O jogador, que estava no futebol chinês, transferiu-se para o Barcelona, pelo qual superou as dúvidas da torcida e tem se destacado.

A classificação da Seleção Brasileiro foi selada para a Copa do Mundo em março, com um triunfo por 3 a 0 em cima do Paraguai. “Graças a Deus. Vocês não sabem como é difícil se classificar para uma Copa do Mundo em uma Eliminatória tão disputada como a da América do Sul”, festejou Tite.

As palavras do treinador soaram como proféticas, até porque os demais classificados foram conhecidos apenas na última rodada.

Amistosos contra grandes preocupam
Se rendeu muito bem nas Eliminatórias, a Seleção Brasileira deixou a desejar nos amistosos contra grandes seleções. Pelo menos em termos de resultado. A única derrota no ano foi o 1 a 0 para a Argentina. No último jogo de 2017, houve empate sem gols com a Inglaterra. Apesar dos tropeços, o volume de jogo do Brasil foi muito superior ao dos adversários, mas não acabou revertido em gols.

“O mais importante em um amistoso não é o resultado, e sim a capacidade que a equipe demonstrou em campo”, ponderou o meia Renato Augusto, um dos pilares do time de Tite.

Nos amistosos contra seleções menos renomadas, nada de sustos: 3 a 1 no Japão, depois de uma goleada por 4 a 0 sobre a Austrália.

Base teve altos e baixos
A Seleção Brasileira vem rendendo com Tite, mas, nas categorias de base, o trabalho de 2017 apresentou altos e baixos. O maior fiasco ficou por conta da Seleção Brasileira sub-20, que fez péssima campanha no Sul-Americano, nem sequer se garantindo no Mundial da categoria. O mau desempenho custou a demissão do técnico campeão olímpico Rogério Micale.

A Seleção Brasileira sub-17, sob a direção de Carlos Amadeu, conquistou sem sustos o título do Sul-Americano da categoria, apresentando ao mundo o atacante Vinícius Junior, negociado pelo Flamengo com o Real Madrid dias depois do torneio.

No Mundial Sub-17 a Seleção Brasileira foi eliminada pela Inglaterra nas semifinais, mas conquistou o terceiro lugar na Índia.

Boas perspectivas e grupo quase fechado para 2018
Com um bom ano em 2017, as perspectivas para a Copa do Mundo são as melhores possíveis. O Brasil, que vai estar em um grupo ao lado de Suíça, Sérvia e Costa Rica, surge como um dos favoritos ao título.

O elenco não é considerado fechado por Tite. “O futebol é dinâmico. Como posso fechar os olhos para os talentos que estão pedindo passagem?”, argumentou.

Apesar do discurso do treinador, nomes como os dos goleiros Alisson, Ederson e Cássio, dos laterais Daniel Alves e Marcelo, dos zagueiros Miranda, Marquinhos e Thiago Silva, dos volantes Casemiro, Paulinho e Fernandinho, dos meias Renato Augusto, Philippe Coutinho e Willian e dos atacantes Neymar, Roberto Firmino e Gabriel Jesus são dados como certos. Isso deixa poucas vagas em aberto.

Nas posições em que há disputa, peças como os laterais Alex Sandro, Fagner, Danilo e Filipe Luís, os zagueiros Gil e Jemerson, os meias Diego Souza e Diego e os atacantes Taison e Luan ainda brigam para entrar na relação final.

Ainda sobre o desempenho de 2017, o Brasil jogou 11 vezes, ganhou sete e perdeu apenas uma. Marcou 21 gols e sofreu apenas quatro. Curiosamente, o artilheiro do ano foi Paulinho, com cinco gols.

NÚMEROS DO BRASIL EM 2017:

Jogos: 11
Vitórias: 7
Empates: 3
Derrotas: 1
Gols a favor: 21
Gols contra: 4
Saldo de gols: + 17
Artilheiros: Paulinho (5), Gabriel Jesus (3), Neymar (3), Marcelo (2), Philippe Coutinho (2), Diego Souza (2), Dudu (1), Taison (1), Thiago Silva (1) e Willian (1)

TODOS OS JOGOS:

25/1 – Brasil 1 x 0 Colômbia – Rio de Janeiro (RJ) – Amistoso – Gols: Dudu
23/3 – Uruguai 1 x 4 Brasil – Montevidéu (Uruguai) – Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018 – Gols: Paulinho (3) e Neymar
28/3 – Brasil 3 x 0 Paraguai – São Paulo (SP) – Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018 – Gols: Marcelo, Philippe Coutinho e Neymar
9/6 – Brasil 0 x 1 Argentina – Melbourne (Austrália) – Amistoso
13/6 – Brasil 4 x 0 Austrália – Melbourne (Austrália) – Amistoso – Gols: Diego Souza (2), Taison e Thiago Silva
31/8 – Brasil 2 x 0 Equador – Porto Alegre (RS) – Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018 – Gols: Paulinho e Philippe Coutinho
5/9 – Colômbia 1 x 1 Brasil – Barranquilla (Colòmbia) – Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018 – Gols: Willian
5/10 – Bolívia 0 x 0 Brasil – La Paz (Bolívia) – Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018
10/10 – Brasil 3 x 0 Chile – São Paulo (SP) – Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018 – Gols: Gabriel Jesus (2) e Paulinho
10/11 – Brasil 3 x 1 Japão – LIlle (França) – Amistoso – Gols: Neymar, Marcelo e Gabriel Jesus
14/11 – Inglaterra 0 x 0 Brasil – Londres (Inglaterra) – Amistoso


Aplicativo divulgacao

Rádio Progresso AM 640

Av. Ludovico Da Riva Netto, 3274
Alta Floresta/MT - CEP 78580-000
Fone (66) 3521-3501 ou 3521-8188

comercial@radioprogresso640.com.br

jornalismo@radioprogresso640.com.br

Redes Sociais

Alta Floresta
Carregando...

? ºC

/

Proibida a reprodução de conteúdo sem citação da fonte.

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo