Alta Floresta (MT), 16 de julho de 2018 - 14:11

Esportes

06/07/2018 09:09 Gazeta Esportiva

Martínez aponta tabu da Bélgica em Copas como "barreira psicológica"

Em entrevista coletiva nesta quinta-feira, Roberto Martínez, treinador da Bélgica, apontou uma diferença entre sua seleção e o Brasil: conquistas em Copas do Mundo. Segundo o treinador, os belgas tem a qualidade técnica parecida com a dos brasileiros, mas o fato de nunca terem ganho um título da competição exerce uma “barreira psicológica”.

“Acho que a diferença é clara. As duas equipes são semelhantes em termos de qualidade, temos talento na nossa seleção. A diferença é que nunca ganhamos uma Copa do Mundo. É simples. É uma vantagem que o Brasil tem, já se livraram dessa barreira psicológica. Vamos respeitar o Brasil por tudo o que conquistaram. Mas vamos tentar vencer e aceitar o desafio. Além da técnica e da tática, eles têm a experiência de ter vencido uma Copa do Mundo”, declarou o treinador espanhol.

A Bélgica é dona do melhor ataque da Copa do Mundo, com 12 gols. Para o duelo das quartas de final, Roberto Martínez promete manter o ímpeto ofensivo da equipe e exaltou o talento dos jogadores de frente de ambas as seleções.

“Nós compartilhamos algumas visões. Com todo o respeito ao Brasil, ao Tite, ao trabalho dele, mas o jogo não é para o técnico, é para os jogadores. Estamos esperando ver isso, o talento. É uma grande arma de ambas as equipes. Nos baseamos no talento individual, no jogo de um contra um. Queremos jogar abertos, sem montar uma retranca. Claro que vamos nos defender, mas dentro de um jogo franco”, declarou.

O treinador ainda elogiou Neymar, mas prometeu marcação cerrada no camisa 10 do Brasil. “Neymar é um dos grandes expoentes do futebol técnico. No um contra um, é decisivo. Temos que mantê-lo quieto, se possível, com nossos jogadores exercendo um papel forte”.

Por fim, o espanhol afirmou que a partida desta sexta-feira, às 15 horas (de Brasília), em Kazan, será um momento especial na trajetória belga em Copas. “Claro que é uma grande ocasião, não se pode esconder isso. Trabalhamos duro para chegar aqui, e os jogadores estão prontos. Nós crescemos no torneio e mostramos, contra o Japão, do que essa seleção é capaz. Acho que os sinais são positivos. Acho que estamos tão prontos quanto nunca. É um desafio, trabalhamos muito nos dois últimos anos para esse momento”, finalizou o treinador.


Aplicativo divulgacao

Rádio Progresso AM 640

Av. Ludovico Da Riva Netto, 3274
Alta Floresta/MT - CEP 78580-000
Fone (66) 3521-3501 ou 3521-8188

comercial@radioprogresso640.com.br

jornalismo@radioprogresso640.com.br

Redes Sociais

Alta Floresta
Carregando...

? ºC

/

Proibida a reprodução de conteúdo sem citação da fonte.

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo