Alta Floresta (MT), 20 de julho de 2018 - 10:31

Geral

14/04/2018 10:39 G1

Jovem é expulsa ao cobrar atendimento de médico que jogava 'Paciência'

Uma mulher que aguardava atendimento médico para a irmã no Hospital Geral de Roraima, em Boa Vista, foi expulsa da sala do médico na última terça-feira (10). Identificada como Rayjila Cristina Vieira, de 20 anos, ela teria cobrado atenção por parte do médico que aparece no vídeo, que de acordo com o G1 seria José Nunes. O médico estava jogando "Paciência" no computador no momento em que ela entra na sala.

"Doutor Nunes, eu preciso falar com o senhor. Eu vim aqui, o senhor está jogando e diz que não é o Doutor Nunes? O senhor mandou a minha irmã embora para casa, sendo que ela estava com um coágulo de sangue na cabeça e eu não posso levar a minha irmã assim", diz a jovem ao médico, no vídeo reproduzido pelo portal. "É por isso que o Brasil está assim. É porque vocês são mal capacitados, vocês são mal educados. Eu vou chamar a televisão aqui".

+ Mortes no trânsito em São Paulo caem 7%

Após a insistência da irmã da paciente, o médico pediu licença, exigiu que ela deixasse a sala e argumentou que o especialista indicado para o caso seria um neurologista, o que não era o caso dele. A paciente de 21 anos teria uma coágulo na cabeça em decorrência de um acidente de trânsito, o que provocava dores fortes, segundo a irmã.

A revolta de Rayjila Cristina Vieira surgiu após a irmã ser atendida por um neurologista, que identificou o coágulo de sangue na cabeça e afirmou que ela só poderia sair do hospital após passar por um exame mais detalhado. A acompanhante alegou ter procurado um outro médico identificado como José Nunes para para que explicasse as razões pelos quais assinou a alta da irmã. já que o exame não teria sido feio.

"Eu fui procurar ele para me explicar o que tinha acontecido e ele não quis me atender. Fui lá, bati na porta e ele disse que o Dr. Nunes tinha saído. Eu voltei e perguntei do enfermeiro se era ele e o enfermeiro confirmou, voltei lá e aconteceu o que está no vídeo", explicou Rayjila Cristina ao G1.

Após a publicação do vídeo nas redes sociais, o médico foi advertido pela unidade hospitalar, mas alegou que estava em horário de descanso e que a paciente não sofria risco de morte. A Secretaria Estadual de Saúde emitiu comunicado informando que a denúncia envolvendo o médico do Hospital Geral de Roraima vai ser investigada.

Confira a nota divulgada pela Sesau

A Sesau (Secretaria Estadual de Saúde) informa que o HGR (Hospital Geral de Roraima) abriu um procedimento preliminar para apurar o caso e segundo informações repassadas pela direção da unidade, o médico que aparece no vídeo estava em seu horário de descanso, no espaço destinado para tal, enquanto outros dois profissionais realizavam atendimento. De todo modo, o profissional foi advertido.

A unidade esclareceu ainda que foram realizados todos os procedimentos necessários para a liberação da paciente, como tomografia e avaliação com o neurologista.

A Sesau entende que todo cidadão que se sentir mal atendido tem o direito de ter seu caso avaliado. Para que a gestão adote as medidas administrativas é preciso que haja uma denúncia formal nas Ouvidorias do SUS, na direção do HGR ou diretamente na Sesau. Essa formalização é uma garantia para o cidadão exigir seus direitos, além de possibilitar que a gestão tome conhecimento e adote as medidas necessárias. Informamos ainda que a competência técnica para avaliar a conduta médica é do conselho de classe, ou seja, o CRM (Conselho Regional de Medicina). Caso comprovada conduta incompatível com o exercício da profissão, são aplicadas as penalidades que o caso requer.


Aplicativo divulgacao

Rádio Progresso AM 640

Av. Ludovico Da Riva Netto, 3274
Alta Floresta/MT - CEP 78580-000
Fone (66) 3521-3501 ou 3521-8188

comercial@radioprogresso640.com.br

jornalismo@radioprogresso640.com.br

Redes Sociais

Alta Floresta
Carregando...

? ºC

/

Proibida a reprodução de conteúdo sem citação da fonte.

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo