Alta Floresta (MT), 26 de setembro de 2018 - 04:37

Meio Ambiente

29/06/2018 09:02 (Ascom/MMA

Brasil intensificará ações de proteção florestal

O ministro do Meio Ambiente, Edson Duarte, participou na manhã desta quarta-feira da abertura do Fórum de Florestas Tropicais (TFF, na sigla em inglês), maior evento de florestas tropicais do mundo, realizado a cada dois anos em Oslo, Noruega. Em seu discurso, Edson Duarte deixou claro que a proteção florestal é um compromisso de Estado do governo brasileiro.

"No Brasil acreditamos que proteger a florestas e seus serviços ecossistêmicos não seja uma barreira para o crescimento econômico. Temos evidências de que é possível fazer um novo modelo de desenvolvimento que proteja a floresta. Quando comparamos o período 2004-2017, o PIB do Brasil aumentou mais de 30%, ao passo que o desmatamento da Amazônia reduziu em 75%, quebrando o vínculo entre crescimento econômico e aumento das emissões", pontuou Edson Duarte.

O ministro de Clima e Meio Ambiente da Noruega, Ola Elvestuen, reconheceu o esforço que o Brasil tem feito ao ampliar as áreas protegidas no país, que já correspondem ao maior conjunto de unidades de conservação do planeta. Segundo ele, esse aumento significativo continuará ajudando a defender a floresta e combater o desmatamento. O ministro norueguês também disse estar impressionado com os instrumentos de comando e controle e com o Cadastro Ambiental Rural (CAR), que atualmente conta com mais de cinco milhões de propriedades rurais registradas em todo o país.

O FÓRUM

O Fórum de Florestas Tropicais destacará, nesta edição, a importância da floresta para o atingimento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), além de discutir como financiamentos públicos e privados podem ser utilizados para conservação da floresta.

O objetivo do Fórum é comemorar os resultados e identificar os desafios dez anos após a redução das emissões do desmatamento e da degradação florestal nos países em desenvolvimento (REDD+), além de promover estratégias para que as metas do Acordo de Paris sejam alcançadas, assim como os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável.

O secretário de Mudança do Clima e Florestas do Ministério do Meio Ambiente, Thiago de Araújo Mendes, informa que o evento tem um papel muito importante ao reunir especialistas da área, membros do movimento ambientalista e, também, os principais representantes dos países doadores da cooperação internacional, assim como fundações filantrópicas que têm apoiado a proteção de florestas.

"A expectativa é de que a gente consiga identificar meios para ampliar e chegar a um novo patamar de financiamento na área florestal, e, assim, intensificar ainda mais as ações de proteção no Brasil, além de replicar essa liderança brasileira em outros países", disse Tiago Mendes.

O secretário do MMA adiantou que esse espaço para uma nova iniciativa de financiamento florestal existe, e que o Brasil tem a intenção de implementar o REDD+ em outros biomas. "Não tem nenhum país no mundo que tenha apresentado resultados tão significativos na redução das emissões como o Brasil", finalizou.

REDD+

O Brasil é referência mundial na implementação do REDD+, mecanismo criado pela Convenção das Nações Unidas sobre Mudança do Clima (UNFCCC, na sigla em inglês) para recompensar os países em desenvolvimento por seus resultados relacionados às atividades de: Redução das Emissões provenientes de Desmatamento e da Degradação florestal, incluindo (+) a conservação dos estoques de carbono florestal, o manejo sustentável de florestas e o aumento dos estoques de carbono florestal.

A ENREDD+ é a política pública brasileira que internaliza e implementa este instrumento, buscando mobilizar recursos para a proteção das florestas. Com a aprovação da Estratégia Nacional para REDD+ no final de 2015, o Brasil se tornou o primeiro país a cumprir o Marco de Varsóvia estabelecido na Convenção do Clima.
COOPERAÇÃO

O ministro Edson Duarte também participou de reunião bilateral com Ola Elvestuen, momento em que foram fortalecidas parcerias em outras áreas, como proteção dos oceanos, resíduos sólidos, implementação dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável.


Aplicativo divulgacao

Progresso FM 102,1

Av. Ludovico Da Riva Netto, 3274
Alta Floresta/MT - CEP 78580-000
Fone (66) 3521-3501 ou 3521-8188

 

 

Redes Sociais

Alta Floresta
Carregando...

? ºC

/

Proibida a reprodução de conteúdo sem citação da fonte.

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo