Alta Floresta (MT), 22 de agosto de 2017 - 09:50

Polícia

12/08/2017 07:27 Repórter MT

Policiais são exonerados da PM por cobrar propina para livrar traficantes da cadeia

O comandante geral da Polícia Militar, coronel Marcos Vieira da Cunha, exonerou o cabo Reinaldo Jorge Magalhães e o soldado Renato Carradine de Souza de suas atribuições militares. Ambos foram detidos em 2015 por cobrar propina para não prender traficantes de drogas em Cuiabá.

A expulsão dos militares foi publicada no Diário Oficial, que circula nesta sexta-feira (11).

Ficou determinado o recolhimento da identificação funcional, do fardamento e dos apetrechos que pertencem ao Estado e que estejam em posse de ambos.

Conforme apurado pela Corregedoria da Polícia Militar, eles cobravam propina de R$ 10 a R$ 15 mil para que traficantes da Capital não fossem presos, principalmente, no bairro Santa Izabel. Os casos teriam sido registrados em agosto de 2015.

Ainda foi apurado que eles ‘liberavam’ o porte ilegal de armas, e autorizavam a continuidade do fornecimento de drogas.

Conforme trecho da exoneração, ambos foram excluídos do quadro da PM “[...] por ter cometido os fatos descritos na peça acusatória, violando os valores éticos, morais, deveres e obrigações previstos no Artigo 12 e 13, itens 1 e 2, bem como dos itens 1, 6, 7, 8 do Regulamento Disciplinar da Polícia Militar do Estado de Mato Grosso (RDPMMT) [...]”.

À época, a prisão foi determinada pela juíza da 7ª Vara Criminal, Selma Rosane. Eles foram detidos na sede do Comando Geral da Polícia Militar.


Aplicativo divulgacao

Rádio Progresso AM 640

Av. Ludovico Da Riva Netto, 3274
Alta Floresta/MT - CEP 78580-000
Fone (66) 3521-3501 ou 3521-8188

comercial@radioprogresso640.com.br

jornalismo@radioprogresso640.com.br

Redes Sociais

Alta Floresta
Carregando...

? ºC

/

Proibida a reprodução de conteúdo sem citação da fonte.

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo