Alta Floresta (MT), 18 de dezembro de 2017 - 17:06

Polícia

02/12/2017 08:30 Folhamax

Em áudios, golpista detalha rotina de médico para convencer vítimas em Cuiabá

Carlos Eduardo de Moraes Reiners, de 23 anos, preso por suspeita de aplicar golpes em estudantes de uma universidade particular, mandava áudios para as vítimas relatando como era o trabalho de médico plantonista em unidades de saúde de Cuiabá para dar veracidade aos golpes. O material que já foi enviado a Polícia Civil mostra que Carlos Eduardo, conversava com as vitimas, por meio de áudio e quase sempre relatava que estava em um plantão médico.

Em um dos áudios obtidos com exclusividade pelo FOLHAMAX, ele conta que o médico plantonista havia demorado em chegar e que por isso não respondeu a mensagem de uma das vítimas. Em outra gravação, ele diz que vai “passar o plantão e prescrever medicamento”.  “Eu tinha que esperar o outro plantonista... eu fico a mercê disso aqui eu vou passar o plantão para ele agora e em seguida já vou para ai (sic)”, diz.

O falso médico, na verdade, é estudante aplicava golpes prometendo vagas de emprego para estudantes de Medicina na Prefeitura de Cuiabá.  A prisão ocorreu na noite de quarta-feira (29), quando ele "negociava" com um estudante, em Várzea Grande. 

De acordo com boletim de ocorrência, um policial civil recebeu a denúncia anônima de que "Kadu Bala" dizia ser concursado da Prefeitura de Cuiabá. Segundo a denúncia, ele cobrava dinheiro dos estudantes prometendo conseguir emprego na prefeitura de Cuiabá. 

O valor cobrado pelo “falso médico” era de R$ 330 para cada candidato. Uma das vítimas colaborou com a investigação e marcou um encontro com o golpista.

Um dos argumentos para conversas os estudantes era de que tinha influência com o secretário de saúde de Cuiabá e outros gestores. Em flagrante, investigadores da Delegacia de Roubos e Furtos (Derf-VG) abordaram o suspeito, que desmentiu ser médico.

Ele disse que o dinheiro no envelope entregue pela vitima era uma dívida entre os dois. A polícia também identificou o golpe por meio das publicações de Carlos Eduardo nas redes sociais.

Ele ostentava uma vida luxuosa. Em uma das fotos o jovem dirige um SUV Tucson e em outra posa em um avião particular.

O caso chamou a atenção até que algumas vítimas começaram a perceber o golpe. O carro SUV estava com o suspeito no momento da prisão.

De acordo com relatos, após checagem foi constatado que o carro estava em nome de outra pessoa que disse que vendeu o veículo, mas não havia recebido ainda. O carro também foi registrado como participante de uma ação de roubo na cidade de Alto Taquari.

SOLTURA

Mesmo em flagrante e autuado por crime de estelionato, o rapaz pagou fiança e já foi liberado. O valor da fiança é de cerca de R$ 4 mil.


Aplicativo divulgacao

Rádio Progresso AM 640

Av. Ludovico Da Riva Netto, 3274
Alta Floresta/MT - CEP 78580-000
Fone (66) 3521-3501 ou 3521-8188

comercial@radioprogresso640.com.br

jornalismo@radioprogresso640.com.br

Redes Sociais

Alta Floresta
Carregando...

? ºC

/

Proibida a reprodução de conteúdo sem citação da fonte.

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo