Alta Floresta (MT), 20 de outubro de 2017 - 16:55

Política

06/04/2017 09:03 Gazeta Digital

PEC ameaça participação de deputados na disputa por vaga no TCE

A Associação dos Membros dos Tribunais de Contas do Brasil (Atricon) vai apresentar ao Congresso Nacional o texto de uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) para alterar os critérios de composição dos Tribunais de Contas do país.

Se aprovada, a PEC pode inviabilizar a disputa entre os deputados estaduais José Domingos Fraga, Guilherme Maluf (PSDB) e Sebastião Rezende (PSC) pela vaga de conselheiro no TCE, oriunda do afastamento do conselheiro Humberto Bosaipo.

Isto porque a proposta prevê que, no caso dos membros indicados pelo Legislativo para o cargo de conselheiro dos Tribunais de Contas dos Estados e Distrito Federal, haja aprovação por maioria absoluta.

Além disso, titulares de mandatos eletivos e de cargos auxiliares do chefe do Poder Executivo terão de passar por uma “quarentena” de três anos anteriores ao surgimento da vaga.

A proposta também veda o ingresso de quem já houver sido condenado judicialmente ou dos que tiveram contas reprovadas. Outro requisito será formação em curso superior na área jurídica, contábil, econômica e financeira ou de administração pública, como forma de aferir o “notório conhecimento” exigido pela Constituição.

Já as outras três vagas de conselheiro terão de ser provenientes da carreira de conselheiro-substituto, um do Ministério Público de Contas (MPC) e uma para auditores de Controle Externo. Os membros oriundos das carreiras técnicas serão selecionados pelo próprio Tribunal, de acordo com critérios de antiguidade e merecimento.

No caso do Tribunal de Contas da União (TCU), onde o pleno é composto por nove ministros, seriam três vagas para a carreira de ministro-substituto, uma para procuradores oriundos do MPC e outra para auditores de Controle Externo.

“Essas mudanças são fundamentais para assegurar a confiança da sociedade na instituição Tribunais de Contas. Estamos encarando a crise como uma oportunidade. Em momentos como esse, devemos rechaçar quaisquer tentativas de enfraquecer o controle dos Tribunais de Contas, que é um dos pilares do bom funcionamento da República. Ao contrário, vamos fortalecê-lo”, afirmou o presidente da Atricon, Valdecir Pascoal.

A PEC será agregada à proposta de criação do Conselho Nacional dos Tribunais de Contas (CNTC), que já foi entregue a senadores em março. Paralelamente, a Atricon vai propor emendas e substitutivos às PECs já em tramitação no Congresso Nacional que tocam nos temas do Conselho Nacional e dos critérios de composição. (Com informações da Assessoria da Atricon)


Aplicativo divulgacao

Rádio Progresso AM 640

Av. Ludovico Da Riva Netto, 3274
Alta Floresta/MT - CEP 78580-000
Fone (66) 3521-3501 ou 3521-8188

comercial@radioprogresso640.com.br

jornalismo@radioprogresso640.com.br

Redes Sociais

Alta Floresta
Carregando...

? ºC

/

Proibida a reprodução de conteúdo sem citação da fonte.

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo