Política

13/01/2018 08:31 Repórter MT

MPE vai investigar áudio em que Jajah acusaria Wilson de exigir verba indenizatória

O Ministério Público Estadual (MPE) vai investigar o áudio em que, supostamente, o deputado estadual Jajah Neves (PSDB) é flagrado admitindo que repassa R$ 65 mil de sua verba indenizatória para o titular da vaga, o secretário de Cidades, Wilson Santos (PSDB).

Ao #repórtermt, a assessoria imprensa do órgão declarou que diante das notícias veiculadas na imprensa, o MPE instaurou um procedimento preliminar chamado de “notícia de fato”, que antecede o inquérito. O Núcleo de Defesa do Patrimônio Público ficará responsável pelo caso.

“Vamos solicitar algumas informações, analisar o áudio e a partir disso é que o MPE vai decidir se vai abrir ou não inquérito”, informou.

A decisão do Ministério Público ocorre um dia após um vídeo apócrifo, com narração de voz feminina, em que o parlamentar supostamente diz que todos os meses é obrigado a devolver R$ 65 mil de verba indenizatória ao Wilson Santos.

“Eu tenho que devolver pro Wilson. Ele começa me ligar três dias antes de cair”, diz Jajah, no suposto áudio.

No áudio, o tucano também afirmaria sustentar a TV Mato Grosso, Canal 27, onde apresenta o programa Fiscal do Povo, com dinheiro público. As fontes seriam o Governo do Estado e a Assembleia Legislativa. 

Ele também "entrega" o irmão, o vereador em Várzea Grande, Ademar Jajah, dizendo que conseguiu um mandato e que o parente tem quatro anos para "arrumar a vida".


Aplicativo divulgacao
Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo