Política

01/08/2018 07:22 24 Horas News

STJ nega pedido e deputado Mauro Savi vai continuar preso

O deputado estadual Mauro Savi, recebeu duas notícias bem distintas nesta terça-feira. A primeira é que seu partido, o DEM registrou seu nome em cartório como pré-candidato a reeleição na Assembleia Legislativa. A outra ruim: vai continuar entregue ao sistema prisional de Mato Grosso, onde cumpre pena no Centro de Custódia de Cuiabá, onde está desde 9 de maio por suposto envolvimento em esquema de fraudes no Detran-MT, onde houve desvio de R$ 30 milhões.

O ministro Humberto Martins, plantonista do Superior Tribunal de Justiça (STJ), negou nesta terça-feira um pedido de liberdade impetrado pela defesa do parlamentar.

O habeas corpus ainda será analisado no mérito. Todavia, será apreciado pela ministra Maria Thereza de Assis Moura, relatora preventa da “Operação Bereré” no STJ.

Este é o 8º pedido de soltura do deputado estadual negado pelo Judiciário. O Tribunal de Justiça de Mato Grosso e o Supremo Tribunal de Federal (STF) também já se manifestaram contra a liberdade do parlamentar.


Aplicativo divulgacao
Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo