Política

27/08/2018 07:27 Midia News

Após retorno à política, patrimônio de Collor mais que duplica

Segundo publicação do UOL, o retorno à vida pública do senador Fernando Collor de Mello (PTC-AL) marcou um crescimento de 114% do patrimônio do ex-presidente da República.

Em 2006, quando disputou e conquistou a vaga ao Senado de Alagoas, o político declarou ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral) possuir um patrimônio de R$ 9,6 milhões (em valores corrigidos pelo IPCA). 

Para a disputa ao governo do estado deste ano, Collor declarou possuir bens num valor total de R$ 20,6 milhões. 

A lista de bens do senador é diversificada: inclui joias, imóveis, cotas em empresas e transmissões por herança. 

Um outro destaque fica para um hobby já conhecido do ex-presidente: a coleção de carros. 

Na garagem do senador, estão 10 veículos de luxo, com valor total somado de R$ 3,2 milhões. Em 2006 eram quatro. 

Entre os bens também estão várias joias de ouro recebidas como pagamento da Ferrari que o senador possuía e vendeu. Os itens citados pela troca estão pulseiras, broches, anéis, pentes de ouro, entre outros tipos de joias. 

Em 2014, quando disputou vaga ao Senado, a Ferrari foi declarada e tinha valor estimado de R$ 585 mil. 

Na declaração, o senador traz um dado curioso: a casa no loteamento Murilópolis, em Maceió, onde mora a ex-mulher dele, Rosane Malta. 

O imóvel adquirido em 1996 por meio de uma permuta está com valor congelado desde então: R$ 34.001,61.


Aplicativo divulgacao
Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo