Alta Floresta (MT), 24 de setembro de 2018 - 05:25

Política

31/08/2018 10:40 Gazeta Digital

Candidatos ao governo investem R$ 2 milhões com produção de programas

Os candidatos ao governo do Estado gastaram, juntos, mais de R$ 2 milhões com a produção dos programas eleitorais que serão exibidos durante o horário eleitoral obrigatório. As despesas com essa finalidade representam 71% de todos os gastos já declarados pelos candidatos até esta sexta-feira (31), dia em que começa a transmissão dos programas no rádio e na televisão.

O candidato que mais gastou foi senador Wellington Fagundes (PR), que teve uma despesa de R$ 1,2 milhão. Ao todo, 24 fornecedores participaram da produção, recebendo de R$ 5 mil até R$ 168 mil pelo serviço.

Mauro Mendes (DEM) aplicou R$ 640 mil nos programas. Já o governador Pedro Taques (PSDB) gastou R$ 220 mil. Os demais candidatos ainda não declaram gastos.

O investimento da campanha de Fagundes no horário eleitoral funcionará como uma tentativa do candidato de superar certo grau de “anonimato” que possui. Ao contrário de Mendes, que foi prefeito de Cuiabá, e de Taques, que é governador, Wellington, apesar de senador, é pouco reconhecido nas ruas.

“Essencialmente, nossa função prioritária é apresentar o candidato. Ele tem um grau de desconhecimento considerável, que a gente precisa reduzir. Ao apresentar ele e o histórico dele, temos certeza que isso vai trazer benefícios à campanha”, afirma o publicitário Bruno Bini, coordenador de marketing de Wellington. Segundo Bini, as críticas e denúncias contra os adversários ficarão para os demais programas eleitorais.

Pela ordem de sorteio determinada pela Justiça Eleitoral, Wellington será o último a ter seu programa exibido, mas é o candidato com maior tempo de televisão: 3 minutos e 29 segundos. Seguido de Mauro Mendes (DEM), com 2 minutos e 52 segundos, e Pedro Taques, com 2 minutos e 9 segundos. Moisés Franz (PSOL) e Arthur Nogueira (Rede) tem 28 e 23 segundos, respectivamente.

A ordem de veiculação dos programas vai sendo alternada conforme o dia. Assim, Wellington que será o último a apresentar suas propostas na sexta-feira, será o primeiro na segunda-feira seguinte, quando o horário eleitoral para candidato ao governo volta a ser veiculado.

Os aparelhos de rádio e televisao vao sintonizar, em todas as emissoras do Estado, 28 horas de programaçao ao longo dos 30 dias de horário eleitoral, sem contar as inserçoes diárias. Na televisão, a maioria dos programas começará as 12h e terminará as 12h25 no horário de Mato Grosso. No rádio, a programação começará as 6h e segue até as 6h25.

Nos dois casos, haverá um segundo período de programação, que na TV começará as 19h30 e vai até as 19h55 e no rádio seguirá das 11h até as 11h25.

Para os candidatos a senador, deputado estadual e governador os programas vão ao ar às segundas, quartas e sextas-feiras. Nas terças, quintas e aos sábados serão exibidos os programas dos candidatos ao cargo de deputado federal. Nestes dias, uma parte do tempo será destinada aos presidenciáveis.

A programação começará as 12h12 e terminará as 12h25 na televisão, no primeiro período. No segundo período, os programas serão veiculados de 19h42 até as 19h55. No rádio, a programação durará de 06h12 as 06h25 no primeiro horário e de 11h12 as 11h25 no segundo horário. 


Aplicativo divulgacao

Progresso FM 102,1

Av. Ludovico Da Riva Netto, 3274
Alta Floresta/MT - CEP 78580-000
Fone (66) 3521-3501 ou 3521-8188

 

 

Redes Sociais

Alta Floresta
Carregando...

? ºC

/

Proibida a reprodução de conteúdo sem citação da fonte.

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo