Alta Floresta (MT), 20 de outubro de 2017 - 07:49

Saúde

09/04/2016 08:08 G1 MT

Mais de 120 municípios de MT têm casos suspeitos de vírus da zika

Pelo menos 121 dos 141 municípios de Mato Grosso já notificaram a existência de casos de vírus da zika desde o início deste ano. A doença é transmitida pelo mosquito Aedes aegypti. Ao todo, o estado já registrou 16.947 notificações da doença, o que representa um aumento de 84,6% em relação ao mesmo período do ano passado.

Os dados foram divulgados pela Secretaria estadual de Saúde (SES) nesta sexta-feira (8). De acordo com o balanço estadual, Mato Grosso está com alta incidência do vírus da Zika, com 519 casos notificados a cada 100 mil habitantes.

Os dados do boletim epidemiológico também apontam aumento significativo de outras duas doenças também transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti: dengue e febre chikungunya. Este ano, 18.703 casos de dengue foram registrados no estado, um aumento de 174,5% em comparação com o mesmo período do ano passado, quando 6.813 casos foram notificados. Quanto à febre chikungunya, foram 321 casos notificados no estado em 2015 contra 891 casos este ano.

Incidência
Conforme o balanço, 132 municípios mato-grossenses já registraram casos de dengue, sendo que 82 deles são considerados de alto risco de transmissão da doença, com incidência acima de 300 casos a cada 100 mil habitantes.

Até o momento, seis mortes por dengue já foram notificadas e apenas fois foram confirmados, nos municípios de Juína e Sinop, a 737 e 503 km de Cuiabá. Outros quatro casos seguem sob investigação em AripuanãCanaranaÁgua Boa e na capital.

Sobre a febre chikungunya, já são 27 casos registrados a cada grupo de 100 mil habitantes. O município de Campo Novo do Parecis, a 397 km da capital, é o que apresenta alto risco para transmissão da doença, com 417 casos notificados.

Prevenção
De acordo com a SES-MT, 90% dos criadouros dos mosquitos são encontrados nas residências. Por isso, orienta que a população tome medidas para evitar a proliferação do transmissor da dengue, febre chikungunya e vírus da zika. Entre elas estão fechar a caixa d'água de forma adequada, não acumular vasilhames, lixos e embalagens no quintal, ver se as calhas estão entupidas e colocar areia nos pratos dos vasos das plantas.


Aplicativo divulgacao

Rádio Progresso AM 640

Av. Ludovico Da Riva Netto, 3274
Alta Floresta/MT - CEP 78580-000
Fone (66) 3521-3501 ou 3521-8188

comercial@radioprogresso640.com.br

jornalismo@radioprogresso640.com.br

Redes Sociais

Alta Floresta
Carregando...

? ºC

/

Proibida a reprodução de conteúdo sem citação da fonte.

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo