Turismo

29/01/2018 08:41

MARAGOGI

No meio do caminho entre Maceió e Recife fica Maragogi. Fincada no coração da Costa dos Corais, a vila chama a atenção pelo belo conjunto que reúne mar cristalino, areias finas, coqueirais e recifes, sem contar a excelente infraestrutura de hospedagem. Além dos elementos paradisíacos, a paisagem é incrementada ainda pelas Galés, as enormes piscinas naturais a seis quilômetros da costa, repletas de peixes e acessíveis por catamarãs e lanchas que partem da praia central. 
 
Hoje, o acesso é controlado e o limite é de 720 pesoas por dia. Em compensação, outras piscinas também estão abertas ao público, como Taocas, Barra Grande e Barreira de Peroba - elas são menores, mas estão mais preservadas que a Galés.
Os atrativos de Maragogi, entretanto, não se resumem aos aquários naturais. Os cenários, tanto ao Norte quanto ao Sul, são encantadores e praticamente desertos. 
 
Na direção de Pernambuco, as praias de Burgalhau, Barra Grande e Ponta do Mangue, com suas águas azul-esverdeadas, ganham ainda a rusticidade das vilas de pescadores, com casinhas simples e jangadas coloridas cruzando o mar. 
Nas pequenas cidades ao redor, como Barra de Santo Antônio e São Miguel dos Milagres
 
os programas incluem travessia de rio, visita à ilhas e passeios em meio a construções históricas.
A gastronomia é outro ponto forte da região, com simples e bons restaurantes especializados em frutos do mar espalhados pelas praias e vilas. Não deixe de experimentar o famoso bolinho de goma, uma espécie de sequilho à base de manteiga e leite de coco, vendido em bares e lojinhas. 
 
A iguaria é produzida no povoado de São Bento, a quatro quilômetros de Maragogi. E por falar em São Bento, por lá também tem piscinas naturais, as Croas de São Bento, acessíveis de jangada. Elas são menores que as Galés, mas bem mais vazias e com direito a prainha de areias brancas. 

Aplicativo divulgacao
Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo